Recomendações para montar criação de peixes ornamentais

Recomendações para montar criação de peixes ornamentais. A atividade que envolve o comércio de peixes ornamentais é uma das mais lucrativas e promissoras da piscicultura.

Recomendações para montar criação de peixes ornamentais Para montar criação de peixes ornamentais, inicialmente o empreendedor deve providenciar a licença ambiental


"A atividade que envolve o comércio de peixes ornamentais é uma das mais lucrativas e promissoras da piscicultura. Em todas as regiões onde é implantada, a criação de peixes para ornamento de aquários torna-se um negócio de sucesso, com grande demanda no mercado e alta rentabilidade", afirma Manuel Vazquez Vidal Junior, professor do Curso a Distância CPT Produção de Peixes Ornamentais em Livro+DVD e Online.

Exigências legais

Entretanto, criar peixes ornamentais exige do empreendedor o cumprimento de alguns requisitos legais, como licença ambiental e registro no Ministério da Aquicultura e Pesca. Sem falar que é necessário o registro na Junta Comercial e a obtenção do CNPJ da empresa, além do alvará de funcionamento emitido pela prefeitura. O melhor a fazer é contratar um bom contador para orientar a respeito dos trâmites legais para regularização do negócio.

Estrutura básica

Alguns piscicultores começam a criação de peixes ornamentais em sua propriedade ou residência. Uma das vantagens é que o espaço não precisa ser grande, contanto que permita realizar um bom manejo dos peixes. Da mesma forma, é indispensável manter a temperatura ambiente próxima a 28°C. Há equipamentos que auxiliam no controle da temperatura, do pH e da oxigenação da água. O PHmetro digital, por exemplo, controla o pH da água e pode ser adquirido na internet.

Em criatórios pequenos, o investimento em estrutura e equipamentos pode chegar a R$ 15 mil (ou mais). Um tanque com dois metros de largura e 40 centímetros de profundidade é suficiente para começar a criação. Dependendo do peixe ornamental, criá-lo com outras espécies não é recomendado. Superlotar o tanque também não é indicado, ainda que sejam peixes da mesma espécie.

Escolha das espécies

Após a regularização do negócio, construção da estrutura e aquisição dos equipamentos, o próximo passo é escolher as espécies de peixes ornamentais. É impreterível realizar uma pesquisa a campo para identificar quais as espécies com maior demanda na região. Normalmente, peixes Beta são os preferidos, pois são espécies de fácil manejo e baixo custo com alimentação, além de apresentarem cores vibrantes.

Não podemos nos esquecer do peixe ornamental Halfmoon (meia lua). Embora apresente alto valor comercial, os apaixonados por aquários não se importam de pagar mais para adquirir esse belo exemplar. Seu formato meia lua é o principal atrativo da espécie.

Aquisição das matrizes

É fundamental procurar um fornecedor reconhecido no mercado, que garanta matrizes de peixes com alto padrão genético. Afinal elas produzirão peixes saudáveis, vigorosos e belos. Se houver dúvidas, pesquisar antes de comprar os peixes reprodutores é uma boa medida. Outro fator de destaque é o local onde serão criados os peixes ornamentais. É importante que o ambiente lembre o habitat natural das espécies para estimular a reprodução.

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Piscicultura.

Fonte: novonegocio.com.br

Andréa Oliveira 10-05-2018 Agronegócio

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.