O que você precisa saber para montar um frigorífico?

Montar um frigorífico é um dos negócios mais promissores e rentáveis do momento

O que você precisa saber para montar um frigorífico?

Montar um frigorífico é um dos negócios mais promissores e rentáveis do momento. A alta demanda por carnes tem feito com que muitos empreendedores montem frigoríficos menores para atenderem a um público específico. Além da grande procura por carnes no mercado interno, os clientes no exterior têm procurado por carnes brasileiras, o que favorece a abertura de frigoríficos maiores. Entretanto, como todo negócio, são necessários alguns cuidados essenciais.

Mas o que é preciso saber para montar um frigorífico?

Tipos de inspeção


A regulamentação do frigorífico é indispensável para que a empresa comece a funcionar. Para isso, o empreendedor deve adequar sua estrutura de acordo com as exigências dos órgãos competentes, responsáveis pela inspeção, que pode ser de vários tipos:

->SISBI: caso a prefeitura ou o estado da sua região tenha convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o registro deve ser realizado no SISBI para que os produtos do frigorífico sejam comercializados para o exterior.
->Inspeção federal: nesse caso, o registro deve ser realizado no Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para que os produtos do frigorífico sejam comercializados para todo o país;
->Inspeção estadual: nesse caso, o registro deve ser realizado na Secretaria Estadual do seu estado para que os produtos do frigorífico sejam comercializados somente no seu estado;
->Inspeção municipal: nesse caso, o registro deve ser realizado na Vigilância Sanitária da prefeitura municipal para que os produtos do frigorífico sejam comercializados apenas na sua cidade.

Estrutura ideal


A estrutura do frigorífico depende do tipo de abate e do tipo de produto a ser processado. Sem falar que o empreendedor também deve considerar o porte do frigorífico para que a sua montagem e organização estejam adequadas às exigências dos órgãos competentes. Tudo deve ser bem planejado para que não surjam problemas futuros nem entraves para a abertura da empresa.

Em geral, um frigorífico requer uma estrutura que conte com: câmara fria; expedição de carcaças; sala de inspeção; insensibilização de bovinos, suínos, caprinos e ovinos; setor de evisceração; expedição de carcaças; bucharia e triparia.

Sistemas de abate e investimento


Os sistemas de abate dependem do tamanho do frigorífico e do tipo de inspeção a ser realizada no local. Vejamos:

->Abate manual: abate de até 100 animais por dia e inspeção federal. Para montar um frigorífico desse porte, é necessário um investimento de R$2 milhões (ou mais);
->Abate lento: abate de até 200 m² e inspeção municipal ou estadual. Para montar um frigorífico desse porte, é necessário um investimento de R$50.000 a R$500.000.

Conheça os Cursos CPT:

Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas

Técnicas de Abate e Corte de Suínos e Caprinos

Butique de Carnes

Fonte: montarumnegocio.com

Por Andréa Oliveira

Andréa Oliveira 10-11-2021 Seu Negócio

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.