Como alinhar a loja às novas normas do comércio eletrônico

Como alinhar a loja às novas normas do comércio eletrônico. Segurança e credibilidade da página, opções de frete, divulgação de preços e detalhamento de produtos, nada fugiu ao crivo da nova regulamentação.

Como alinhar a loja às novas normas do comércio eletrônico Com as novas normas do comércio eletrônico, não apenas os produtos devem ser detalhados com maior clareza, como também as opções de envio

Desde o ano passado, o comércio eletrônico brasileiro se viu diante das novas normas para venda de produtos online. Segurança e credibilidade da página, opções de frete, divulgação de preços e detalhamento de produtos, nada fugiu ao crivo da regulamentação. As mudanças vieram para garantir aos consumidores informações mais claras em relação aos produtos e assegurar a credibilidade das lojas virtuais. Entretanto, muitas empresas ainda não se adequaram às novas leis.

Siga as dicas e alinhe sua loja virtual conforme as novas regras:

Certificado de segurança da página

Muitos consumidores preferem não comprar em lojas virtuais, que não apresentam certificado de segurança. Trata-se de um instrumento fundamental para mostrar aos clientes a credibilidade e a segurança que tanto procuram. Quando sentem que estão seguros ao navegar na página da empresa, a visualização dos produtos será convertida em vendas. Sem falar que o certificado ajuda no ranqueamento do Google, o que é excelente para a loja.

Detalhe dos produtos

Agora todas as informações sobre os produtos devem ser completas e originais. Isso não apenas auxilia no ranqueamento da página no Google, como também facilita a identificação da loja nas buscas orgânicas. Além disso, a empresa que seguir à risca essas determinações evitará problemas relacionados à lei do consumidor. Afinal, os produtos terão todos os detalhes disponíveis aos clientes.

Política de frete

Com as novas normas do comércio eletrônico, não apenas os produtos devem ser detalhados com maior clareza, como também as opções de envio. Sendo assim, deixe visível a política de frete da loja, assim como os valores de entrega e os prazos. Da mesma forma, é essencial informar sobre os procedimentos de troca e devolução de produtos. Além de garantir uma ótima experiência de compra, a empresa passará a ser reconhecida no mercado.

CNPJ da loja

No comércio eletrônico brasileiro, toda empresa deverá deixar disponível o CNPJ. Portanto, a loja que ainda não providenciou o seu deverá fazê-lo o quanto antes. É importante ressaltar que todas as empresas que realizam vendas online devem obrigatoriamente emitir notas fiscais. Mesmo porque os correios e as transportadoras enviam as notas anexadas aos produtos. Sem falar que o CNPJ oferece maior credibilidade ao negócio.

Fonte: Administradores.

Conheça o Curso a Distância CPT Como Aumentar as Vendas pela Internet, em Livro+DVD e Online, da Área Gestão Empresarial, elaborado por Thiago Richter Bacchin, administrador de empresas, analista de sistemas e especialista em vendas pela internet.

Confira o artigo "E-commerce - conheça as principais tendências" e aprimore ainda mais o seu conhecimento.

Andréa Oliveira 30-01-2018 Seu Negócio

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.