Saiba mais sobre fábrica de petiscos para pets

Saiba mais sobre fábrica de petiscos para pets. Hoje petiscos para cães e gatos apresentam cores e formas, que lembram petiscos humanos. Eles são fabricados com carne de frango, boi, peixe, além de receberem aditivos nutricionais.

Saiba mais sobre fábrica de petiscos para pets A fábrica de petiscos para pets deve primar pela qualidade e segurança dos produtos

Hoje petiscos para cães e gatos apresentam cores e formas, que lembram petiscos humanos. Eles são fabricados com carne de frango, boi, peixe, além de receberem aditivos nutricionais. Alguns fabricantes inovam com petiscos em forma de coxinha, mini salsicha e até churros, como é o caso da Petitos. Já a Dog Beer, que revolucionou o mercado com a cerveja para pets, fabrica petiscos de picanha e linguiça. Não podemos nos esquecer da Specialle Pet e seus famosos snacks de quibe e tortinha de frutas. Todos fazem sucesso não apenas entre os pets, mas também seus donos.

Vantagens dos petiscos para pets


Os petiscos para pets apresentam várias vantagens – dentre elas, alivia o estresse animal, controla o tártaro, além de conter vitaminas e minerais essenciais aos bichinhos de estimação. Segundo Andrês Sales Coelho, professor do Curso a Distância CPT Adestramento de Cães em Livro+DVD e Online, os adestradores de animais utilizam petiscos para reforçar o comportamento de cães e gatos durante o treinamento.

Matéria-prima para a fabricação


Toda matéria-prima empregada na fabricação de petiscos para pets deve apresentar bom padrão de qualidade, para não colocar em risco a saúde dos animais. Os fornecedores devem ser reconhecidos no mercado, para garantir o melhor aos fabricantes. Ainda assim, a matéria-prima deve ser submetida a testes de controle de qualidade, para assegurar a boa procedência dos ingredientes, além de estabelecer o padrão de tamanho, os tipos de texturas e a densidade do material.

Principais equipamentos da fábrica


É importante que os equipamentos utilizados para fabricar petiscos para pets sejam avançados, para maior qualidade dos produtos e performance da produção. O montante a ser investido é relativamente alto, mas o retorno é compensador. O empreendedor deve comprar estufas, extrusoras, envasadoras, empacotadoras e máquinas para etiquetagem final. Embora tudo seja automatizado, o controle e o monitoramento de funcionários bem treinados são fundamentais.

Etapas do processo de fabricação


->Fabricação da massa;

->Passagem da massa na extrusora (dá forma aos petiscos);

->Secagem (estufa) da massa extrusada (a massa também pode ser assada);

->Encaminhamento para o setor de embalagem;

->Armazenamento do produto;

->Distribuição para o comércio.

Embalagens para os petiscos


Após passarem por processo, em estufa ou forno, os petiscos já estão prontos para serem embalados (potinhos, baldinhos e saquinhos). É de suma importância que as embalagens dos petiscos para pets sejam lacradas, para conservar melhor o produto e evitar contaminação. Elas devem apresentar todas as informações sobre o fabricante e os ingredientes utilizados, além do número de registro e licença para a comercialização do produto.

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Cursos Pet.

Fontes: comoiniciar.com.br; petmoney.blogosfera.uol.com.br

Andréa Oliveira 31-07-2018 Manutenção e Serviços

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.