Criação de frango e galinha caipiras - atividade promissora e lucrativa

A criação de frango e a galinha caipiras é voltada especialmente para pessoas que buscam um alimento saudável, sem hormônios de engorda

Criação de frango e galinha caipiras - atividade promissora e lucrativa Na criação de frango e galinha caipiras, as aves são criadas soltas e alimentadas com milho e verduras

"A exigência por textura, da coloração e do sabor natural dos alimentos tem estimulado os pequenos e médios avicultores a se voltarem para a criação de frango e galinha caipiras. E quando bem planejada e manejada, a produção de carne e ovos caipiras torna-se uma atividade promissora e lucrativa", afirma Luiz Fernando Teixeira Albino, professor do Curso a Distância CPT Criação de Frango e Galinha Caipira, disponível nos formatos em Livro+DVD e Online.

O frango e a galinha caipiras são os preferidos dos naturalistas

Na verdade, o frango e a galinha caipiras são os preferidos dos naturalistas, que buscam um alimento saudável, sem passar pelo processo de industrialização nem receber hormônios de engorda. No sistema de criação, as aves são criadas soltas, assim como faziam nossos avós nos quintais do interior ou nos pequenos sítios. Portanto, o nome caipira refere-se ao tipo de criação e não à raça da ave.

O frango e galinha caipiras são bastante valorizados para comercialização

Como são criados de forma diferenciada, o frango e galinha caipiras são bastante valorizados para comercialização. Mesmo sendo menores do que as aves criadas em outros sistemas, o sabor da carne e a qualidade compensam - o que aumenta a demanda no mercado consumidor. O quilo da galinha caipira custa 20% a mais quando comparado ao quilo da galinha de granja - e pode chegar a mais de 30% se a carne for processada.

O principal alimento do frango e da galinha caipiras é o milho

Embora a alimentação do frango e da galinha caipiras seja bem variada, alguns avicultores preferem fornecer ração. De fato, este é o meio mais rápido e fácil para o ganho de peso das aves. Por outro lado, no sistema tradicional de criação, é fornecido milho às aves, o que garante o sabor característico das caipiras. Além do milho, podem ser ofertadas verduras frescas, como alface. As refeições devem ser parceladas duas vezes ao dia (preferencialmente pela manhã e após o almoço).

Os ovos caipiras ganham um bom preço no mercado

Como as galinhas caipiras botam ovos pela manhã, é importante vasculhar cada canto do galinheiro para coletar os ovos. À noite, é recomendado que as galinhas caipiras poedeiras fiquem em gaiolas para que os ovos não sejam pisoteados nem espalhados no aviário. Na primavera, as galinhas caipiras põem um ovo por dia, o que requer maiores cuidados por parte do avicultor. Em geral, os ovos caipiras ganham um bom preço no mercado, pois são mais nutritivos do que os das galinhas criadas em granjas.

É importante vermifugar as aves a cada dois meses

Mantenha a área onde são criadas sempre limpa, pois as aves eliminam muitas fezes e podem contaminar o alimento e a água. Lembre-se de fornecer água fresca e limpa em boa quantidade. Os especialistas recomendam a ministração de vermífugo na água a cada dois meses - isso protege as aves contra verminoses. Faça inspeções para averiguar se as aves estão saudáveis ou apresentam alguma alteração no comportamento. Caso isso seja detectado, procure um veterinário.

Fonte: Novo Negócio.

Andréa Oliveira 07-02-2017 Agronegócio

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.