Dicas para montar criação de camarões de água doce

Para montar criação de camarões de água doce, o carcinicultor deve seguir alguns cuidados essenciais para o sucesso do empreendimento

“A criação de camarões de água doce é relativamente mais simples que a de camarões marinhos e pode ser realizada em propriedades de pequeno, médio ou grande portes. E o cultivo do camarão da Malásia (Macrobrachium rosenbergii) apresenta boas chances de sucesso no mercado nacional e internacional, pois sua carne é branca e firme, sem o odor característico dos camarões de água salgada, afirma Wagner Cotroni Valenti, professor do Curso a Distância CPT Cultivo de Camarões de Água Doce, em Livro+DVD e Online, da Área Piscicultura. Para criar camarões de água doce, como os da Malásia, são necessários alguns requisitos essenciais, como: terreno plano ou pouco ondulado e com pouca inclinação, solo silte-argiloso, água de boa qualidade e temperatura local acima de 20°C (principalmente no primeiro semestre). Além disso, a infraestrutura local deve ser criteriosamente planejada, inclusive o acesso ao criatório.

Dicas de temperatura, água, terreno e solo

É importante que o local de criação não apresente variações de temperatura (diurna e noturna). No inverno, a temperatura deve chegar a, pelo menos, 20°C (ou acima dela). Em relação à água, o ideal é que ela seja natural, originada de nascentes, rios ou lagos. Quanto ao terreno, ele deve ser plano ou apresentar leve ondulação, com declive de até 5%. Já o solo deve apresentar taxa de argila entre 40% e 70%, com pH próximo a 7,0. Solo arenoso não é recomendado, pois não retém água, e solo muito argiloso prejudica a drenagem local.

Dicas de contratação de mão de obra

A contratação de mão de obra depende do porte do empreendimento. Para criações pequenas, um funcionário basta. A ele cabe o manejo do cultivo dos camarões (seja na engorda, seja na recria), em especial o manejo alimentar (2 vezes ao dia). Outras funções também devem ser desempenhadas por esse profissional, como realização da biometria mensal, do monitoramento da temperatura e do pH da água (diário), bem como a vigia dos viveiros.

Dicas de equipamentos

Nos criatórios de engorda, independentemente do porte, há equipamentos básicos, mas importantes. São eles: termômetro (medir a temperatura da água); pHmetro (medir o PH da água); oxímetro (medir o volume de oxigênio na água); disco de Secchi (medir a transparência da água); tarrafas (para a biometria); tela protetora (proteger contra predadores); e redes de pesca (para a despesca). Sobre a produtividade

Na criação comercial de camarões de água doce, a produtividade sofre impacto direto das condições climáticas da região e do sistema de cultivo escolhido pelo carcinicultor. Em geral, são produzidos, em média, entre 1.000 e 3.000 Kg de camarões de água doce por hectare (anualmente). Fonte: Emprega Brasil. Confira o artigo “Criação de peixes – baixo custo e boa lucratividade” e aprimore ainda mais o seu conhecimento.


Salvar

Dicas para montar criação de camarões de água doce

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Marque a caixa abaixo para validar seu comentário

 

Conheça as Empresas do Grupo CPT

Logo: Cursos CPT Logo: UOV Logo: CPT Softwares Logo: Aprenda Fácil Editora